Posts tagged Manifestação em São Paulo

Um 9º ato e o muro da vergonha…

4

A mais importante data cívica do Brasil, foi transformada em uma festa privativa, onde além de autoridades sòmente convidados e certamente apoiadores petistas puderam ter acesso.

Como ver o desfile da independência com o muro da vergonha?

Como ver o desfile da independência com o muro da vergonha?

Uma mancha na festa da Independência, que teve uma presidente acuada e com medo de se expor aos protestos legítimos de uma democracia que ela mesmo tanto fala. Este cenário desastroso só aconteceu em Brasília, por conta claro, da presença da presidente e seus colaboradores de governo. Nas outras cidades onde houveram desfiles cívico-militar a convivência com a população e manifestantes ocorreu sem restrições e se respeitando os valores da liberdade.

Brasília foi então o centro das atenções dada a repercussão desta lamentável mancha em nossa data cívica mais importante, onde uma audácia que beira a imbecilidade que foi a construção de uma cerca de metal quilométrica para segregar a população de ver o desfile cívico, certamente com o medo dos eventuais protestos que estavam planejados e que vêm ocorrendo desde 2014.

O protesto então ganhou mais amplitude por conta desta ação de isolamento, revoltando a população o que acabou por gerar uma onda de depredação do então apelidado “Muro de Brasília”, “Muro da vergonha”, que ao contrário do de Berlin, teve curta duração. Espanta o fato de as autoridades militares concordarem e permitirem que tal muro ou cerca fosse erguida para isolamento da população, sendo desta forma um fato inédito desta festa outrora sempre com a presença de todos.

Uma mancha que ficará, e como diz um certo protagonista deste estado de mazelas que nos acometeu –  “Nunca antes neste país”, uma festa cívica do povo sofreu um ato tão covarde e indecente como este segregamento.

Graças as redes sociais, (já que a mídia alienada pouco destaque deu) conseguimos registrar estes acontecimentos que só aumentam o cenário da insatisfação vigente.

A epopeia do Muro de Brasília:


Alguns momentos do desfile e protestos em Brasília e São Paulo:


Relembre os outros atos cívicos de protestos:

9ato

 

O 8º Ato: A reafirmação…

5

16 de Agosto de 2015, um belo domingo e milhares de pessoas saíram às ruas em todo o Brasil, para mais um ato cívico que reafirma o desejo do povo de limpar as esferas do poder, podres, contaminadas pelo mais radical teor de imoralidade e incompetência.

Cumprindo a tradição, a Av. Paulista foi o palco do maior deles, lotando seus 2,8 km, de manifestantes exaltando sua indignação contra o PT, a favor do Impeachment, contra o STF e Janot, contra a corrupção, contra a incompetência, contra a recessão para dizer apenas os principais temas.

Do centro da Av.Paulista em direção ao Bairro do Paraíso, a avenida totalmente ocupada.

Do centro da Av.Paulista em direção ao Bairro do Paraíso, a avenida totalmente ocupada.

No outro extremo, do centro da Av.Paulista em direção a Consolação, a avenida também totalmente ocupada.

No outro extremo, do centro da Av.Paulista em direção a Consolação, a avenida também totalmente ocupada.

O verde-amarelo deu o tom, as canções de repudio deram o ritmo, os coros e cânticos ressoaram pela avenida símbolo, praticado por vários grupos sociais, famílias, grupos ensaiados, numa festa cívica que deu orgulho de presenciar.

O recado reafirma o que já ocorreu nas sete manifestações anteriores, e como sempre a mídia traduziu na maior parte das vezes sua hipocrisia em desqualificar o evento, reduzindo sua cobertura e estimando uma importância menor do que realmente foi. Um tradicional instituto de pesquisa chegou ao ridículo ao afirmar que apenas 150.000 pessoas lá estiveram, e poderão ver nos vídeos e imagens deste post documentado ”in loco” a verdadeira asneira que este instituto cometeu. Aliás a mídia que engloba este instituto, por ocasião do Reveillon e da Parada LGTB, que ocupam uma área um pouco menor do que esta manifestação do domingo sempre quantifica 1 a 2 milhões de participantes.

Já de conhecimento das massas, esta particularidade grotesca de nossa mídia, é recompensada com o tralhado das redes sociais e dos grupos que promovem e estimulam os manifestos, especialmente o “Vem pra Rua, Revoltados Online, Acorda Brasil e Intervenção Já.

Foi um espetáculo, uma festa cívica, tratada com indiferença por aqueles que detém o poder, mas que os deixa preocupados (sem assumir isto, é claro). O povo está fazendo a sua parte…

Resumir tudo o que aconteceu e com o vasto material produzido foi um desafio, mas fizemos uma segmentação para melhor expor mais este evento histórico de nossa incansável busca de um Brasil grande, sem o vermelho e sem a incompetência e malandragem que nos tem assolado nestes quase 13 anos passados.


O AQUECIMENTO:

Embora a manifestação estivesse programada para as 14:00h, já a partir das 10:00h as pessoas começaram a aparecer na Avenida, promovendo um show à parte enquanto ainda havia mais espaço para tal, e também os caminhões de som se preparavam :


O INÍCIO:

Já com uma lotação considerável, e por volta da 14:00h é dado o início ao ato cívico, pelos locutores e oradores das organizações promotoras com a participação maciça da população. O evento atingiu seu ápice por volta das 16:00, com a completa lotação da avenida, originando um gigantesco tapete verde-amarelo:


HINO NACIONAL:

Ponto alto de qualquer festa cívica, o momento emocionante ocorre quando da execução do hino nacional. Ele foi executado e aclamado em dois extemos distantes da avenida:


DISCURSO DE HÉLIO BICUDO:

O discurso preparado por Hélio Bicudo, um dos fundadores do PT:


CORNETAS PARA O POVO:

Para ajudar no manifesto e provocar o barulho necessário como ação para aliviar as tensões provocadas por todo este estado de coisas ruins que assolam nosso país, houve farta distribuição de “Vuvuzelas” aos manifestantes:


SHOW DOS BANDEIRÕES:

Já tradição, as longas bandeiras transportadas por dezenas de pessoas, promovem o engrandecimento da manifestação. Neste ato as bandeiras destaques foram: Acorda Brasil, Impeachment Já e Intervenção Já:

Um dos bandeirões que circularam, certamente não mostrado pela mídia alienada.

Um dos bandeirões que circularam, certamente não mostrado pela mídia alienada.


DINÂMICA CÍVICA:

Alguns dos momentos dos protestos e da evolução das pessoas dentro do objetivo comum de fazer seu repúdio as mazelas que os afligem:


TODAS AS IMAGENS:

Vejam as imagens de todas as fases (antes, durante e depois) da mega-manifestação ocorrida na Avenida Paulista neste domingo de 16 de Agosto de 2015:
[ Slideshow – autoplay ]
[ Slideshow Manual (HTML) ou autoplay ]


Em aproximadamente 300 cidades do país, houveram manifestações com o mesmo propósito e foco. A imprensa internacional deu amplo destaque, mas a imprensa nacional negligenciou em todas elas o número de participantes, apoiando-se quase sempre em flashes estáticos que não correspondiam ao ápice dos protestos.

Mas isto não é a muito tempo nosso desestimulador, e já estamos se preparando para o próximo encontro turbinado por mais revelações das investigações, por mais crise econômica e das imoralidades que estão se acumulando. O povo está fazendo sua parte para dar um basta nisto tudo !! Até o próximo ato cívico !!

Veja também:

A reafirmação do recado em outras cidades e o drone na Av.Paulista


Relembre os outros atos cívicos de protestos:


8o_ato

 

Go to Top