Na segunda metade da década de 50, o rock´n´roll fervilhou em revelar talentos.

Cantores, cantoras, bandas, orquestras surgiram, e alguns tão rápido como explodiram, desapareceram deixando poucos rastros, outros permaneceram mais tempo no sucesso a ajudaram a influenciar a década que viria, os anos 60.

Dentre eles um garoto chamado Frankie Lyman que viria a se juntar a um grupo de adolescentes, adotando o nome Frankie Lyman & The Teenagers, numa prévia imitada do que aconteceria aproximadamente 10 anos mais tarde por um grupo chamado Jackson 5 (Michael Jackson e família).

Franklin Joseph Lyman, nasceu em 30 de Setembro de 1942, e cedo ficou conhecido como garoto soprano, vindo a se tornar um cantor e compositor de rock e R&B, na cidade de Nova Iorque. O grupo que foi formado para acompanha-lo, era composto pelos seus colegas americanos Jimmy Merchant e Sherman Garnes e também por dois porto-riquenhos, Herman Santiago e Joe Negroni.

A primeira gravação se deu em 1956, com a canção “Why Do Fools Fall in Love”, que atingiu o topo das paradas na época. Outros sucessos surgiram mas em 1957, Frankie resolveu seguir carreira solo, e isto provocou o inicio de um declínio dramático, tanto dele como de sua antiga banda.

Frankie Lymon & The Teenagers com “Fortune Fellows”:

Frankie sozinho, não repetia o sucesso de quando estava com os Teenagers, e na sua trajetória de altos e baixos, se viu envolvido num escândalo para a época (1957), quando apareceu ao vivo num programa da ABC TV chamado “Big Beat” conduzido por Alan Freed, onde dançou com uma garota branca, enquanto cantava, causando constrangimento e revolta aos donos sulistas da ABC. Por conta disto o programa “Big Beat” foi cancelado.

Frankie Lymon com “Little Bitty Pretty One” em 1960:

Além de tudo isto uma outra sombra acompanhava Lyman, o vicio em heroína, que segundo ele mesmo disse em uma entrevista foi apresentado a droga quando ainda tinha 15 anos. Aos 26 anos, em 27 de Fevereiro de 1968 , ele foi achado morto no banheiro do apartamento de sua vó, no Harlem, motivado por uma overdose de heroína.

O anúncio de sua morte:

Frankie Lyman, então se junta aos outros grandes nomes da música, que pereceram em função de drogas e vícios, naqueles turbulentos anos 60, tais como Brian Jones (Rolling Stones) Jim Morrison (The Doors), Janis Joplin, Jimi Hendrix, entre outros….

Sua vida foi biografada num filme em 1998, chamado “Why Do Fools Fall in Love”, título de seu maior sucesso.

Entre 1955 até 1959, Frankie Lymon ainda colocou nas paradas as canções “The ABC’s Of Love, “I Want You To Be My Girl,” “Goody Goody” “Share,” and “I’m Not a Juvenile Delinquent.” Regravou também outras canções de outros artistas, e realizou outros trabalhos até vir a falecer em 1968, porém sem aquele brilho do inicio de carreira.

Deixou um bom grupo de canções, que espelham com emoção a fase pura do rock´n´roll, dos anos 50, que ajudaram a influenciar os jovens dos anos 60, que podem ser acessadas pelos links sugeridos. Esquecido pelo tempo, este blog faz homenagem e relembra este talento da fase de ouro do rock´n´roll.

Ouça e acompanhe suas músicas


Veja também:


Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • Google Plus