Posts tagged Manifestação em São Paulo

O 13º Ato: preparação para o 2º round..

3
Como sempre a população atendeu as convocações e preencheu os espaços da Av. Paulista com verde amarelo e suas faixas e cartazes de contestação.

Como sempre a população atendeu as convocações e preencheu os espaços da Av. Paulista com verde amarelo e suas faixas e cartazes de contestação.

Mais uma bela festa cívica ocorreu neste 31 de Julho.

Milhares foram as ruas em muitas cidades do país para manifestar-se contra a corrupção, contra o desgaste político do país, a favor da condenação de Dilma em definitivo e outras mazelas que nos assolam.

Num ritual já característico, no caso de São Paulo, a população começou a chegar na Av. Paulista já pelas 10:00h, atendendo a uma convocação exclusiva das redes sociais pelos grupos que organizam esses encontros, já que a imprensa, pouco ou quase nada divulgou a respeito, estado mais preocupada com as Olimpíadas e outras notícias.


Um dos pontos alto da festa cívica, homenagens ao Juiz Sergio Moro e outros envolvidos diretamente no combate à corrupção.


O destaque foi o reaquecimento da população para o 2º round do julgamento da Dilma que ocorrerá finalmente neste mês de agosto. Outro destaque foram as 10 medidas contra corrupção que já se encontra no Congresso, e que pela aglomerarão de tanta gente mais coleta de assinaturas foi realizado.

Homenagens fizeram parte da pauta também, alguma com honras como a do juiz Sérgio Moro, e outras como protesto contra integrantes do PT, STF e do senado federal. Várias personalidades marcaram presença, algumas com discursos calorosos, como o do historiador Marco Antonio Villa e a âncora jornalística Joyce Hasselmann (ex-VEJA).


Um dos belos discursos da tarde com a jornalista que inflamou a população presente. 


O mais logo e crítico discurso do dia, proferido pelo historiador Marco Antonio Villa, fechou com honras mais esta bela manifestação. 

Até o mosquito Aedes, recebeu uma repaginada, representando desta forma, as mazelas de saúde e política juntas...

Até o mosquito Aedes, recebeu uma repaginada, representando desta forma, as mazelas de saúde e política juntas…

 

Novos bonecos infláveis também de juntaram à mãe do petrolão e ao pixuleto. Certamente dispensam apresentações.

Novos bonecos infláveis também de juntaram à mãe do petrolão e ao pixuleto. Certamente dispensam apresentações.

Como em situações anteriores as imagens registradas falam por si, pois mais uma vez o blog acompanhou esta manifestação no local antes, durante e depois após o fechamento do ato pelos 10 caminhões de som que por lá estacionaram. Mais um evento para a história guardar, da politização da população:


Vários momentos antes e durante da lotação da avenida, com algumas cenas também após o encerramento do grande ato cívico.


Relembre os outros atos cívicos:


13Ato

Um 9º ato e o muro da vergonha…

4

A mais importante data cívica do Brasil, foi transformada em uma festa privativa, onde além de autoridades sòmente convidados e certamente apoiadores petistas puderam ter acesso.

Como ver o desfile da independência com o muro da vergonha?

Como ver o desfile da independência com o muro da vergonha?

Uma mancha na festa da Independência, que teve uma presidente acuada e com medo de se expor aos protestos legítimos de uma democracia que ela mesmo tanto fala. Este cenário desastroso só aconteceu em Brasília, por conta claro, da presença da presidente e seus colaboradores de governo. Nas outras cidades onde houveram desfiles cívico-militar a convivência com a população e manifestantes ocorreu sem restrições e se respeitando os valores da liberdade.

Brasília foi então o centro das atenções dada a repercussão desta lamentável mancha em nossa data cívica mais importante, onde uma audácia que beira a imbecilidade que foi a construção de uma cerca de metal quilométrica para segregar a população de ver o desfile cívico, certamente com o medo dos eventuais protestos que estavam planejados e que vêm ocorrendo desde 2014.

O protesto então ganhou mais amplitude por conta desta ação de isolamento, revoltando a população o que acabou por gerar uma onda de depredação do então apelidado “Muro de Brasília”, “Muro da vergonha”, que ao contrário do de Berlin, teve curta duração. Espanta o fato de as autoridades militares concordarem e permitirem que tal muro ou cerca fosse erguida para isolamento da população, sendo desta forma um fato inédito desta festa outrora sempre com a presença de todos.

Uma mancha que ficará, e como diz um certo protagonista deste estado de mazelas que nos acometeu –  “Nunca antes neste país”, uma festa cívica do povo sofreu um ato tão covarde e indecente como este segregamento.

Graças as redes sociais, (já que a mídia alienada pouco destaque deu) conseguimos registrar estes acontecimentos que só aumentam o cenário da insatisfação vigente.

A epopeia do Muro de Brasília:


Alguns momentos do desfile e protestos em Brasília e São Paulo:


Relembre os outros atos cívicos de protestos:

9ato

 

Go to Top