Política

Considerações sobre temas políticos !

Tsunami cívico, patriótico…

3

Milhões de pessoas em todo o país, forraram ruas, avenidas e praças de verde-amarelo, numa demonstração sem precedentes jamais vista na história do país, em apoio ao candidato Jair Messias Bolsonaro a presidência do Brasil.

Em véspera de votação para o segundo turno das eleições presidenciais, organizações sociais, políticos recem eleitos para as casas legislativas, empresários e claro a população deram um tom de patriotismo e de clamor por mudanças profundas para enfrentar as crises e degradação do país nesses últimos vinte anos.

Numa campanha tensa, marcada por suspeitas de fraudes eleitorais, atentados, polêmicas, o candidato do PSC sai como única opção para enfrentar toda a estrutura de poderes viciados, mídia e setores públicos adestrados para manter o “status quo” que levou o país às crises econômicas, moral, de um estado inchado a serviço dele próprio deixando os anseios da população e do país a mero servientes de uma casta de pessoas e instituições alienadas ideologicamente, fechadas em si mesmo, para garantir suas benevolências e perpetuação de poder.

O povo cansado de tudo isto já definiu suas ações e preferencias, enchendo a ruas, como fizeram em outros grandes eventos cívicos, notadamente o do impeachment, para mostrar seu grau de descontentamento e mostrar força frente a novas suspeitas de fraude em urnas ou no processo eleitoral como um todo.

Várias cidades foram as ruas e geraram um tsunami patriótico, histórico, do qual mais uma vez a grande mídia resolveu não destacar e alguns até desprestigiar o evento. Pena, perderam grande chance de fazerem parte de uma história, cujas influências e organização foi dada pelas redes sociais que deram o tom na formação de opinião, na expansão e propagação de conteúdos e informações históricas, nos debates acalorados entre milhões de pessoas e claro numa organização global de ações que resultaram nessas grandes manifestações por todo o país. O atendado ao candidato, fracassado em sua conclusão, acabou por produzir um cenário de alerta máximo e de reunião em torno de uma causa, patriótica, cívica, que todos esperam tenham resultados no próximo dia 28 de Outubro. O anseio para quebra do establishment, da corrupção, das imoralidades, dos interesses, do descaso, da anarquia e da venezuelização é enorme e desafiador e estas manifestações deram o tom e o poder para enfrentar tudo isto.

As amostras de imagens abaixo refletem anseios, sonhos e garra no enfrentamento do caos brasileiro. Claro, não seria possível documentar em espaço tão pequeno tudo que ocorreu no país neste dia histórico, mas alguns links são deixados para ver o tamanho do grande envolvimento do país na esperança Bolsonaro.

Avenida Paulista, São Paulo:


Rio de Janeiro/Niterói:


Belo Horizonte,Brasilia,Campinas,Corumbá,Curitiba,Florianópolis,Fortaleza,Foz do Iguaçu,Goiania,Maceió,Marília,Porto Alegre,Salvador,Sorocaba,Vila Velha


VEJA MAIS SOBRE TODAS AS MANIFESTAÇÕES PRÓ BOLSONARO EM 21 DE OUTUBRO DE 2018

Depois de uma semana de grande ansiedade e expectativas, a votação do dia 28 de Outubro finalmente chega e a apuração transforma todo o pais numa grande tormenta de emoções, onde também além do presidente os governadores seriam escolhidos completando todo o quadro eleitoral de 2018.

Para alegria de toda esta população Jair Bolsonaro ganha a eleição com quase 11 milhões de votos acima de seu oponente reacendendo a esperança de mudanças profundas e de um novo rumo para o pais, depois de 23 anos de governo socialista mergulhando o país numa decadência sem precedentes. Assim ficou a distribuição dos votos:


O 17º ato: duas manifestações para as mesmas agonias…

1

Em menos de um semana, após convocação feita pelas redes sociais, a população voltou as ruas para mais protestos por conta das mazelas que atormentam o país, como corrupção, prisão do Lula, judiciário ambíguo, etc..

Para 31 de Março, domingo de páscoa a convocação feita por generais e grupos sociais para realmente pedir intervenção militar para parar a sangria das imoralidades, das impunidades, do mau funcionamento de instituições como o STF e outras e voltar a colocar o país num rumo adequado. A data foi escolhida também para se comemorar o aniversário dos 54 anos do contra-golpe de 1964.

A outra manifestação também convocada pelos grupos sociais eram também contra os mesmos motivos, mas com destaque para a possibilidade de evitar a prisão do ex-presidente, já condenado pelas nas 1ª e 2ª instâncias e que a Suprema corte ensaiava para não permitir a prisão. Claro que os alvos principais foram o ex-presidente condenado e os ministros do STF, mesmo foco demonstrado na manifestação de 31 de março, mas com solução diferente para estes cenários.

Ambas, aconteceram sem acidentes, lotaram ruas, praças, avenidas em várias capitais e cidades menores no Brasil todo.

Em São Paulo, novamente foi na Avenida Paulista o palco dessas grandes manifestações, que juntamente com o manifesto de alguns generais influenciariam a decisão do STF em não manobrar para conceder Habeas Corpus preventivo para o então condenado a 12 anos neste primeiro processo em que foi julgado.

Notoriamente e já sendo tradição, a grande mídia deu destaque não apropriado as grandes concentrações, como em situações anteriores, manipulando os fatos.

As imagens falam melhor, e mostram o sentimento de revolta com tudo o que está acontecendo no país….


Momentos da manifestação de 31 de Março



Momentos da manifestação de 03 de Abril


Relembre também os outros atos cívicos:


Go to Top