Andrômeda está chegando…

7

Astronomicamente o título do post pode ser considerado como verdadeiro, plausível, claro que humanamente chega a beira do inacreditável e impossível de perceber.

Astrônomos da NASA, já concluíram que é inevitável e acontecerá, a Via Láctea deve colidir frontalmente com a nossa galáxia vizinha Andrômeda. Essa previsão foi possível graças a medições realizadas pelo telescópio espacial Hubble ao monitorar o movimento de Andrômeda. Ambas galáxias estão se atraindo mutuamente graças à força da gravidade que age entre suas estruturas

Mas não precisamos entrar em pânico e assumir algum compromisso com nosso prematuro extermínio, pois a previsão para que isso ocorra é para daqui aproximadamente 4 bilhões de anos.

Conclui também a agência que não sairemos completamente ilesos, já que nosso Sistema Solar não corre risco de ser destruído com esse impacto de proporções astronômicas, bem como nosso próprio planeta, contudo provavelmente ele será realocado para uma nova região da galáxia e isto deverá certamente promover sérios impactos para os atuais planetas do sistema, claro inclusive nossa Terra.

Este evento cósmico já é considerado como o de maior importância para nossa galáxia. Para se ter uma noção do tamanho da colisão, Andrômeda é feita de bilhões de estrelas que devem “bater” em alta velocidade diretamente contra Via Láctea.

De acordo com a agência, as duas galáxias estão a 2,5 milhões de anos-luz de distância uma da outra e Andrômeda está se aproximando pouco a pouco da Via Láctea. Este cenário é como uma jogada de baseball, onde a Via Láctea é o rebatedor, que está a espera de uma bola rápida, que seria a galáxia de Andrômeda.

Andrômeda navega em nossa direção à uma velocidade de 402.366 Km/h e a colisão transformará a visão do céu noturno de uma maneira que nenhum ser humano jamais viu em toda a história de sua existência, embora hajam dúvidas se existirá algum ser vivo na Terra na ocasião.

Na animação feita pela NASA dá para visualizar esta “batida”, ou no jargão da astronomia, uma colisão:


Nesta imagem, é possível ver as duas galáxias lado a lado (Andrômeda à esquerda) daqui 3,75 bilhões de anos, já no início da colisão, numa provável da visão do ceú noturno visto da Terra. Note como Andrômeda já começa a distorcer o formato da Via Láctea ao “puxá-la” pra perto de si.

Essa é a imagem dos céus atualmente: em algumas épocas do ano, Andrômeda circula logo abaixo da Via Láctea.

Aproximadamente após 250 milhões de anos do início da colisão, se existir seres humanos por aqui ainda eles poderão contemplar os resultados do espetacular acidente cósmico, pois o céu estará com muito mais astros e muito mais cores para serem observados.

Se existirem observadores, esta é uma ilustração de como ele(s) veriam a grande fusão cósmica.(da esquerda para a direita e de cima para baixo)

As simulações com computador realizadas com os dados do Hubble mostram que, após o impacto inicial, ambas as galáxias demorarão outros 2 bilhões de anos, para se fundirem totalmente sob o efeito gravitacional e tomarem a forma de uma única galáxia elíptica, similar às que são normalmente vistas no espaço. Apesar do cenário agressivo e temerário deste evento cósmico, as estrelas dentro de cada galáxia estão tão longe umas das outras, o que fazem os especialistas não acreditar que possam se chocar entre si, mas certamente elas serão lançadas em órbitas diferentes ao redor do novo centro galáctico”, explicou a NASA.

O enorme abalo gravitacional com certeza irá mudar a localização de todas as estrelas, incluindo-se aí nosso Sol, arrastando tudo que a ele esteja pendurado. Os pesquisadores acreditam ainda que durante a aproximação das galáxias, poderá “jogar” o Sistema Solar em uma região mais isolada da Via Láctea ou para algum extremo da Galáxia invasora (Andrômeda).

Nosso Sol deverá se manter ativo até que esse cataclisma ocorra. Seu destino vai depender do ponto onde estará na órbita de 24 a 26 mil anos luz que executa em torno do centro da Via Láctea. Pesquisadores calculam que quando os núcleos das duas galáxias se fundirem, o Sistema Solar terá 50% de chance de ser expulso para uma fina cauda que se estenderá da nova galáxia, ou seja, uma distância três vezes maior do núcleo, que a distância hoje do centro da Via Láctea.
Como já observado, um evento de fusão desta envergadura provavelmente gere a formação de novas estrelas, planetas e choques de nuvens de gás, claro que num período grandiosamente elástico.


Pesquisadores afirmam que já está ocorrendo o evento pois, foi observada uma auréola de gás quente, chamada de halo ao redor da galáxia de Andrômeda. Esta ocorrência é de um milhão de anos-luz no espaço, de acordo com cientistas que analisaram dados de quasares distantes obtidos pelo telescópio espacial Hubble. Analogamente a Via Láctea também possui um halo de dimensões semelhantes da galáxia vizinha, ou seja, ambas auréolas gasosas já devem estar em contato.

“Conforme a luz dos quasares viaja em direção ao Hubble, o gás do halo absorve um pouco dessa iluminação, que se torna um pouco mais opaca em pequenos comprimentos de onda. Ao medir a queda no brilho nesse intervalo, podemos determinar a quantidade de gás que existe entre Andrômeda, a Via Láctea e o quasar”, explicou o pesquisador J. Christopher Howk, da Universidade de Notre Dame, nos Estados Unidos.

Seja como for a civilização humana, já não existirá na Terra quanto este evento de colisão ocorrer, já que daqui a 4 milhões de anos nosso Sol estará seguindo sua evolução estrelar e  a caminho de se tornar uma Gigante vermelha, sendo por tanto maior do que é hoje e interferindo drasticamente nos planetas internos do sistema. Outras ocorrências cósmicas já poderão ter exterminado a civilização até bem antes disto também. E o próprio homem poderá decretar seu destino também num tempo muito mais curto ainda.

Vejam o áudio do Professor João Steiner a respeito de colisão de galáxias:


Bibliografia/Fontes:

São Paulo 465 anos…

2

Tradicionalmente São Paulo comemora em 25 de Janeiro mais uma aniversário, seus 465 anos.

Muitas festas estão programadas, mas a cidade é uma festa o ano todo, não atoa recebeu 16 milhões de turistas em 2018, entre nacionais e estrangeiros (32,5 % do país). Sobreviveu a uma desastrosa administração do petista Fernando Haddad e a uma curta administração de João Doria, e mantem seu vigor com suas virtudes e seus problemas.

São Paulo é uma metrópole global Alpha. Ao mesmo tempo em que é o mais importante centro econômico do Brasil, é a capital da cultura na América Latina, com uma oferta de lazer, conhecimento e entretenimento sem igual. Uma metrópole tipicamente urbana, coberta e cercada com uma vasta área verde.

Um dos ícones da cidade, conhecido como Banespão, é mais um centro cultural da cidade repaginado e com nova denominação “Farol Santander”

Uma cidade vanguardista e inovadora, que preserva na arquitetura, nas artes e na gastronomia um passado composto pela união de mais de 70 nacionalidades. E, ao mesmo tempo em que preserva tradições, não se deixa ultrapassar. Antenada é a palavra certa para descrevê-la. Para conhecê-la melhor é preciso apenas duas coisas: mente aberta e disposição para mergulhar de cabeça nessa cidade que nunca dorme.

Atrações culturais

O mundo das artes e espetáculo também ferve em São Paulo. Centro cultural da América Latina, São Paulo possui 158 museus, 282 salas de cinema, 150 bibliotecas e cerca de 115 centros e espaços culturais, além das inúmeras festas populares e feiras que acontecem em suas ruas. Além disso, a cidade possui 182 teatros e casas de espetáculos. São espaços para a montagem de espetáculos de todas as linhas artísticas, que vão das superproduções dos musicais da Broadway ao teatro de vanguarda.

São Paulo – City of Arts – Henry van Mehler

Gastronomia diversa

Gastronomia riquíssima e diversificada. Isso é o que se encontra em São Paulo. A cidade reúne alguns dos melhores restaurantes da América Latina e do mundo, entre seus mais de 20 mil restaurantes e 30 mil bares. Há opções nacionais e internacionais, que atendem a todos os bolsos. Além da culinária de 52 países, São Paulo é famosa pelos 400 food trucks e várias “feirinhas gastronômicas”, que hoje tomam as ruas da cidade.

Vida noturna agitada

A vida noturna em São Paulo é um retrato fiel da cidade: frenética, criativa e democrática. Em 2014, o colunista Mark Manson, da CNN, elegeu a capital paulista como um dos dez melhores locais do mundo no que se refere a festas, baladas e demais diversões noturnas. São Paulo foi a única cidade brasileira a ser apontada na lista. Tem espaço para todos, desde sertanejo, R&B (Rhythm and Blues), rock e samba, até música eletrônica, pop e forró. Vila Madalena, Itaim Bibi, Vila Olímpia, Centro e Barra Funda são alguns dos bairros mais frequentados por quem gosta de aproveitar a noite na capital.

São Paulo é diversidade!

São Paulo é o maior destino LGBT do Brasil e um dos mais reconhecidos do mundo. A cidade tem uma das maiores Paradas do Orgulho LGBT do planeta e foi eleita o melhor destino gay do mundo pelo site internacional GayCities.com. Possui uma infinidade de locais que estão de braços abertos à diversidade, entre festas, bares, restaurantes, cafeterias, lojas e outros estabelecimentos gayfriendly.

Cities of Light, Sao Paulo – UNHCR, the UN Refugee Agency

Cidade dos Geeks e Nerds

Além de reunir as mais diversas nacionalidades, culturas e tribos urbanas, São Paulo é também o maior reduto geek e nerd em território nacional. O número de aficionados por este curioso universo cresce a cada dia e há sempre novidades relacionadas ao tema. Para os fãs dessa cultura, a cidade é um paraíso. Aqui é possível encontrar desde ruas de comércio de equipamentos de tecnologia e lojas de produtos pop, até galerias de arte voltadas ao desenho e ilustração, além de dinossauros mecatrônicos, museus interativos, uma variedade de lojas e bares temáticos, bibliotecas especializadas em gibis e mangás, megaeventos de cinema, informática e games, além de alternativos encontros dos grupos de cosplays, jogadores de RPG (Role Playing Game) e de swordplay – combate que mistura artes marciais e luta com espadas.

O maior centro de compras do país

A capital paulista é o principal destino para turismo de compras no país, com opções luxuosas e centros de compras super acessíveis. São mais de 53 shoppings centers e cerca de 60 ruas de comércio temático, que vão de eletrônicos a lustres. Um dos endereços mais charmosos de São Paulo é a rua Oscar Freire. São mais de 200 lojas de renomadas grifes nacionais e internacionais. Se o intuito é garantir boas pechinchas, há a Rua 25 de março, o maior conglomerado comercial popular a céu aberto da América Latina, com mais de três mil lojas. Também na região central, o Bom Retiro e o Brás são bairros fortes em confecções. E no Itaim, na Rua João Cachoeira, e em Moema, na Rua Bem-Te-Vi, estão algumas pontas de estoque excelentes.

São Paulo SP – A Maior Metrópole da América Latina – Walter Souza

Natureza, animais e áreas verdes

Mesmo sendo o maior centro econômico do Brasil, e uma metrópole predominantemente urbana, São Paulo preserva suas áreas de contato com a natureza, onde é possível praticar esportes, passar um tempo ao ar livre e conhecer diversas espécies de animais. Alguns desses lugares são o Zoológico de São Paulo, o Aquário, o Instituto Butantan e os 111 parques espalhados pela cidade, como o Ibirapuera, o da Juventude, da Água Branca e o Parque Estadual da Cantareira, Parque do Carmo, etc..

Polo de Ecoturismo

A quase 50 quilômetros do centro da cidade de São Paulo é possível encontrar um cenário com muita área verde, atrativos turísticos e vivência com a natureza. No local, que fica no extremo sul do município, é possível encontrar cachoeiras, parques, aldeias indígenas, centros ecumênicos, mirantes e até um borboletário.

A área que abrange o território das subprefeituras de Parelheiros e Capela do Socorro inclui também uma parte do Parque Estadual da Serra do Mar, patrimônio natural brasileiro, e as duas Áreas de Proteção Ambiental (APAs) da cidade, chamadas de Bororé-Colônia e Capivari-Monos que, juntas, ocupam 25% do território municipal. Sob o nome registrado como Polo de Ecoturismo de São Paulo, o objetivo da administração municipal é garantir a preservação da região e ao mesmo tempo promovê-la como centro turístico de modo sustentável.

Capital Pet friendly

Em São Paulo, os pets também se sentem em casa. Hoje, já são diversos pontos na cidade que não só aceitam a companhia dos animaizinhos, como oferecem produtos especiais para eles, como a sorveteria Le Botteghe di Leonardo, que criou o sorvete Peppino, especial para cães. Além disso, em março de 2015, a Prefeitura sancionou uma lei que autoriza a presença de animais domésticos de pequeno porte (em caixas próprias para transporte) dentro dos ônibus municipais. São os bichinhos conquistando seu espaço na cidade! Há também inúmeros hotéis preparados para receber esses tão queridos membros das famílias.

E muito mais…

Há muito mais na cidade que não dorme, não para. Veja em Dados e Fatos, abaixo…

(Atenção: navegação exclusiva dentro de uma janela)


Go to Top