Um ato cívico sem precedentes. No país inteiro um gigantesco tapete verde amarelo cobriu as ruas, numa demonstração clara da insatisfação da população contra este governo, seu partido, seus atos de corrupção e do destroçamento do estado, das suas instituições e de seus valores.

Mais de 300 cidades, entre capitais, cidades grandes, médias e pequenas, o coro foi único e com a mesma força.

O protesto se estendeu ainda para 23 cidades no exterior onde brasileiros vivendo longe do país ecoaram o mesmo coro com os brasileiros daqui. Foi com certeza o maior ato cívico e de manifestações na história do país, que clama por mudanças urgentes.

A imprensa surpreendentemente mostrou-se bastante diferente de outras ocasiões, dando uma cobertura em detalhes principalmente a mídia televisiva. Montou força tarefa, alterou sua programação, posicionou seus helicópteros (só na Av. Paulista em certo momento haviam 11 deles parados fazendo a cobertura), desceu ao solo mostrou faixas e cartazes, entrevistou manifestantes, posicionou equipes em várias cidades, inclusive no exterior, mostrando um comportamento de mudança radical se comparado com os eventos anteriores, onde até desmereceu ou deu importância pejorativa para os atos.(veja aqui – FB)

Destaque altamente positivo foi a utilização de tecnologia (israelense) para estimar com maior precisão a quantidade de pessoas presentes na região da Av. Paulista, onde pelo rastreamento dos sensores de wi-fi dos celulares computou 1.480.000 pessoas. O dado foi similar com a estimativa da Policia Militar que deu como resultado apenas 80.000 pessoas a menos. Com isto uma nova verdade fica estabelecida e não conflitante com um famoso instituto que manipula e sempre subestima a população de manifestantes.
O Brasil foi às ruas surpreendendo a todos, organizadores, imprensa e claro até governo. Milhões deram o maior recado e acuaram o governo, o congresso e o judiciário. Sergio Moro foi exaltado em todos os cantos junto com a Lava Jato, a PF e no caso de SP a PM. As imagens e vídeos falam por sí:

A massa humana de 1,4 milhões da Av. Paulista: A avenida transbordou, ocupando também as paralelas Alameda Santos e Rua São Carlos do Pinhal. Muitas das transversais que ligam estas 3 vias também tiveram lotação de pessoas.

São Paulo – A massa humana de 1,4 milhões da Av. Paulista: A avenida transbordou, ocupando também as paralelas Alameda Santos e Rua São Carlos do Pinhal. Muitas das transversais que ligam estas 3 vias também tiveram lotação de pessoas.

 

A orla de Copacabana, com estimativa preliminar de 1 milhão de pessoas é considerada a maior manifestação da cidade em todos os tempos.

Rio – A orla de Copacabana, com estimativa preliminar de 1 milhão de pessoas é considerada a maior manifestação da cidade em todos os tempos.

 

Brasília, o centro do poder, também recebeu população recorde e ocupou os entornos dos principais prédios de poderes. Também considerado a maior manifestação da cidade até agora...

Brasília, o centro do poder, também recebeu população recorde e ocupou os entornos dos principais prédios de poderes. Também considerado a maior manifestação da cidade até agora…

 

Curitiba, a sede das apurações da Lava Jato e do juiz Sergio Moro, também teve a maior manifestação de sua história.

Curitiba, a sede das apurações da Lava Jato e do juiz Sergio Moro, também teve a maior manifestação de sua história.

 

Cena emblemática no sistema viário que liga Vitória a Vila Velha, foi coberto por uma massa verde amarela, representando também a maior manifestação pública do Espírito Santo.

ES – Cena emblemática no sistema viário que liga Vitória a Vila Velha, foi coberto por uma massa verde amarela, representando também a maior manifestação pública do Espírito Santo.

 

Como em manifestações anteriores, o blog esteve presente na Av. Paulista e pode registrar vários momentos do protesto da avenida e arredores:


As imagens capturadas antes e até o momento apoteótico por volta das 16:30h onde a lotação da avenida e arredores atingiu o pico: como sempre as imagens falam por sí. 


Apesar do sufoco da lotação, de empurra-empurra em vários locais devido a quantidade de pessoas, todos cumpriram o dever de protestar e dar o recado a quem de direito. Onze carros de som deram o tom e houveram  apenas 3 ocorrências policiais… 


Antes do início dos protestos e também antes da lotação da avenida, centenas de motociclistas abriram o evento, saindo do cruzamento da Avenida Paulista com a Av. Brigadeiro Luiz Antonio em direção ao centro e depois pela Av. 23 de Maio com suas bandeiras e cores verde amarelo.


Música de destaque em manifestação de Fortaleza, onde a canção surgiu já esteve em manifestações anteriores se espalhou para outras localidades do Brasil. Aprenda aqui a cantar e dançar.


 

Que o povo nas ruas realmente provoque as mudanças e a limpeza do país.

 

Relembre os outros atos cívicos:


11o ato 

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • Google Plus