E não é que nossos ilustres vereadores, num acordo político resolveram mexer com um ícone de São Paulo, o viaduto do chá!

Como num passe de mágica e com o apoio de 45 assinaturas de todos os 55 vereadores da casa, endossaram o projeto de Lei  nº  01-00116/2013. Os petistas resolveram não colocar obstáculo,  já que as discussões sobre o projeto no plenário poderiam atrasar o andamento da votação de propostas  e projetos do Executivo.

Em suma este PL estende o nome do Viaduto do Chá para “Viaduto do Chá Mário Covas”. Uma grande movimentação foi articulada pela bancada do PSDB que conquistou o apoio de outras bancadas da situação, como do PSD, do PTB e do PSOL.

Veja aqui o detalhamento do Projeto de Lei

Segundo o historiador da FAU-USP,  Nestor Goulart Reis,  a proposta não tem cabimento. “O que é referência para os paulistanos há mais de um século não pode mudar de nome. As homenagens a políticos deveriam ficar restritas a praças e escolas.”

O assunto não chega a ser novidade pois nos 120 anos de história deste monumento emblemático da cidade, já houveram  outras tentativas de mudar o nome do Viaduto do Chá. Em 1929, ocorreu a sugestão de transformá-lo em Viaduto do Café, dada a importância do produto na economia de São Paulo. Sem sucesso !

Em 2007, o então presidente da Câmara de Vereadores, Antonio Carlos Rodrigues (PR), atualmente senador da República, apresentou um novo projeto de lei para o viaduto, sugerindo o nome do empresário Octávio Frias de Oliveira, do Grupo Folha, morto em 29 de abril de 2007. Também não deu certo e o nome do empresário acabou indo para uma nova obra da cidade que foi a  ponte estaiada, sobre o rio Pinheiros.

O que assusta na nova investida é o apoio quase unanime da bancada de vereadores, e por isto a população precisa se mobilizar.

Com o apoio da PTzada estão querendo Tucanar o velho guerreiro, viaduto do Chá.

Com o apoio da PTzada estão querendo Tucanar o velho guerreiro viaduto do Chá.

Como reafirma Rogério Gentile da Folha, a intenção dos vereadores é a de sempre. Fazer agrados e distribuir homenagens, pouco importando se têm sentido histórico ou se dificultam a vida do cidadão. A frequência com que se muda o nome de logradouros importantes da cidade é impressionante. O túnel Nove de Julho virou Daher Elias Cutait; a ponte do Limão passou a ser chamada de Adhemar Ferreira da Silva; a da Vila Maria, de ponte Jânio Quadros; a avenida Robert Kennedy mudou para Atlântica, a Av. Águas Espraiadas virou Roberto Marinho, e assim por diante.

“Se São Paulo não tomar cuidado, corremos o risco de, algum dia, ver o Ibirapuera virar parque FHC, e a avenida Paulista, avenida Lula da Silva”, diz.

Este absurdo que a Câmara Municipal pode cometer se decidir estender a  nomenclatura do Viaduto do Chá é tão insano que até o líder do PSDB, vereador Floriano Pesaro, além do próprio filho de Covas, Mário Covas Neto, não concordaram com o Projeto de Lei. Ambos até afirmam que até o ex-governador provavelmente seria contra à medida.

O projeto foi apresentado em 21 de março último e para ser aprovado, ainda tem de passar pelas comissões de Constituição e Justiça,  Política Urbana, Educação e Finanças, e vamos torcer que caso passe por tudo isto, ainda possa ser vetado pelo ilustre prefeito.

Quanto ao nome em si, de Mário Covas, segundo a Associação PreservaSP, é o segundo nome do Brasil mais homenageado, perdendo apenas para Antonio Carlos Magalhães e ele já recebeu as seguintes homenagens:

Rodoanel Mario Covas
Hospital Mario Covas (vários)
Parque Mario Covas (Deveria se chamar Parque René Thiollier, pois o local foi a residência oficial deste  importante intelectual das letras, do século passado)
Avenida Mario Covas (várias)
Centro Esportivo Mario Covas
Centro Cultural Mario Covas
Usina Mario Covas
Escola Mario Covas (várias)
Edifício Mario Covas
Campus Mario Covas
Ponte Mario Covas
Aeroporto Mário Covas (Viracopos)

Já está claro existir  um cenário de exageros, nestas “homenagens” !

Esta situação de conchavos políticos não deve ser palco para se reescrever a história de São Paulo, ou tentar passar por cima daquilo que o paulistano já adotou como seu, como parte da história de sua cidade e de sua vida  cotidiana.

Vamos sim fazer com que o Viaduto do Chá tenha seu nome preservado e continue a ser um dos ícones do coração da cidade, e de todos os paulistanos como acontece há mais de 120 anos.

Este blog, além de assinar a petição vigente, também se posicionou junto a  Ouvidoria da Câmara Municipal, conforme pode ver aqui.

Vamos manter nossa pressão sobre esta insanidade assinando a petição:

http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2013N38682

Para aumentar nosso repúdio podemos também colocar nossos manifestos em:

Ouvidoria da Câmara Municipal de São Pauloouvidoria@camara.sp.gov.br

Câmara Municipal de São Paulo
Palácio Anchieta
Viaduto Jacareí, 100 – Bela Vista – São Paulo – SP – CEP 01319-900
Telefone: 3396-4000

Facebook: https://www.facebook.com/camarasaopaulo


Ouvidoria Geral do Município de São PauloOuvidoria@PREFEITURA.SP.GOV.BR

Gabinete do Prefeito: gabinetedoprefeito@prefeitura.sp.gov.br


Vale a pena conferir:

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • Google Plus