É notório que algumas construções podem se tornar atrativos turísticos, por proporcionarem mirantes, produzirem diversão e adrenalina em suas localidades e mais espetacular ainda se torna que para atingir e explorar seus entornos, hajam elevadores ou acessos panorâmicos. Estes elevadores além de transportar passageiros, podem virar atrativos turísticos obrigatórios.

Há inúmeras situações conhecidas com estas características, mas algumas publicações destacam 10 delas como as mais vibrantes e emocionantes. Segue então os Top Ten:

AquanDom Berlin

O AquaDom Sea Life em Berlim é o maior aquário cilíndrico do mundo. Fica a 25 metros de altura por 12 metros de diâmetro e detém 1 milhão de litros de água com 1500 peixes nele. Os visitantes sobem através das profundidades da água por um elevador transparente que circula pelo centro do cilindro para oferecer uma vista deslumbrante de toda esta estrutura aquática.

Ele está localizado no Radisson Blu Hotel, em Berlim. O complexo DomAquarée possui também um hotel, escritórios, um restaurante, e claro o aquário Sea Life Centre:


Sky Tower, Auckland – NZ

A Sky Tower é uma torre de observação e de telecomunicações localizada em Auckland City, na Nova Zelândia. Possui  328 metros de altura, medida a partir do nível do solo para o topo do mastro,  tornando-a mais alta estrutura feita pelo homem no hemisfério sul. Tornou-se um marco icónico em Auckland devido à sua altura e pelo seu design exclusivo.
Seus elevadores além de panoramicos possui janela de vidro no piso o que proporciona uma adrenalina e tanto. Não é nenhuma cena de StarWars Episódio 5 mas a vista em pé sobre o piso de vidro do elevador enquanto ele desce ou sobre é de cenário de ficção científica:


Gateway Arch em St. Louis

Se atinge o topo deste Arco através de pequenos bondes (elevadores) que transitam internamente no arco respeitando seu formato.
O Gateway Arch foi o resultado de um concurso de desenho no qual famoso arquiteto finlandês Eero Saarinen ganhou. A paisagem foi projetada pelo arquitecto paisagista Dan Kylie, que é reverenciado no campo da arquitetura da paisagem. O custo de embarque nestes bondes elevadores até o topo é em torno US$ 10.

O Gateway Arch possui uma altura de 192 m e é uma das grandes atrações turísticas não só do Estado de Missouri mas também dos EUA. Ele é arco mais alto do mundo construído pelo homem e sua construção começou em 12 de fevereiro de 1963, e foi concluída em 28 de Outubro de 1965 ao um custo de US$ 180 milhões. O monumento foi aberto ao público no dia 10 de junho de 1967:


Scotland’s Falkirk Wheel

A roda de Falkirk une dois canais em desnível e que dá acesso a Glasgow e Edimburgo.

É uma obra-prima de engenharia e uma atração de visita obrigatória. O sistema é um elevador gigantesto de embarcações com uma quantidade de água que as sustenta, que girando liga o Forth and Clyde Canal com Union Canal. O elevador Falkirk tem este nome devido sua proximidada com a cidade de Falkirk na Escócia Central. Ele foi inaugurado em 2002.

A roda de Falkirk levanta barcos por 24 metros suficientes para atingir a parte superior do aqueduto. As embarcações devem também passar através de um par de bloqueios entre o topo da roda e do Canal União.

A roda de Falkirk é o único elevador rotativo de embarcações que existe no mundo e um dos dois elevadores de embarcações que existem no Reino Unido, sendo que o outro é conhecido como “Anderton boat lift”. As embarcações de passageiros carregam grande número de pessoas e claro dentre elas muitos turistas:


Hammetschwand Lift

Este elevador está em Burgenstock, Suiça. Foi construído em 1905 e foi destaque num dos filmes de James Bond com Sean Connery.

Com vista para o Lago Lucerna, no centro da Suíça, o Elevador Hammetschwand sobe 153 metros em menos de um minuto, oferecendo um incrível panorama do topo do pico Burgenstock, a 1132 metros de altitude. O elevador original foi substituído por um novo equipamento, instalado em 1991.

O Burgenstock Resort Hotel localizado na 847 metros de altitude, tem sido um ponto turístico popular desde 1872. A sua atratividade foi reforçada pela construção na face da rocha vertical de um elevador ao ar livre e aberto.

Este elevador foi construído e inaugurado pelo Grupo Schindler. Ele leva os passageiros  até o cume da Hammetschwand e foi considerado como um feito pioneiro naqueles remotos dias e ainda é um detentor do recorde, uma vez que o elevador Hammetschwand está sustentando a primeira colocação como maior elevador externo da Europa:


SkyView no Ericsson Globe

Ericsson Globe (originalmente conhecido como Stockholm Globe Arena) é a arena  nacional coberta da Suécia, localizada no distrito de Johanneshov, Estocolmo e oferece algumas da mais belas vistas sobre a cidade, se você optar para entrar em suas gôndolas elevatórias.

O Ericsson Globe é atualmente o maior edifício hemisférico do mundo e levou dois anos e meio para ser construido. Com a forma de uma grande bola branca, ela tem um diâmetro de 110 metros em seu interior e altura de 85 metros. Dentro de sua grandeza ainda está um volume de 605.000 metros cúbicos, uma capacidade de 16.000 espectadores para shows e concertos  e de 13.850 para o hóquei de gelo.
Em 2 de fevereiro de 2009, os direitos de nomeação (namerights) para a Stockholm Globe Arena foram oficialmente adquiridos pela grande cia. sueca de telecomunicações, Ericsson, e então a partir daí  ficou conhecido como o Ericsson Globe. Suas gondulas elevatórias transportam passageiros para o teto da esfera, obedecendo um trajeto curvo, como é mostrado:


Lloyd’s building

O edifício da Lloyd foi projetado pelo arquiteto Richard Rogers e construído em Londres entre 1978 e 1986.

É um edifício onde suas partes mecânicas e internas são totalmente expostas, e uma das coisas que mais chama a atenção são seus 12 elevadores totalmente de vidros e em trilho externo ao corpo do edifício.

A construção do edifício ainda chama a atenção pois foi um projeto inovador onde seus serviços comuns, como escadas, elevadores, dutos, condutos de energia elétrica e tubulações de água, estão expostos fora do corpo do edifício, o que o faz ser conhecido como “o prédio ao avesso”, proporcionando um melhor aproveitamento no espaço interno para seus ocupantes. Embora seja uma construção de altura pequena, o “passeio” em seus elevadores envidraçados dão uma sensação vibrante a quem os usa:


Mercedes-Benz Museum

Situado em Stuttgart, na Alemanha, o museu da Mercedes-Benz tem um design tão sofisticado e elegante quanto o dos automóveis que produziu. Isto também é válido para os elevadores do museu, que lembram pequenas cápsulas ou pequenas espaçonaves. O museu contém dados e informações dos 130 anos da história da Mercedes.

A altura do edifício deste museu em forma de “dupla hélice” foram concebidos para maximizar o espaço, proporcionando 16.500 m² de espaço de exposição em um espaço construído de apenas 4.800 m² . A “dupla hélice “ também corresponde à exposição conceito, que divide o museu para os “myth rooms” e para “collections”, oferecendo desta forma dois passeios alternativos que podem ser mesclados em qualquer ponto do museu.

O museu contém mais de 160 veículos, alguns que datam dos primeiros dias da tração a motor. Os veículos são mantidos pelo Centro Clássico de Fellbach Mercedes-Benz e anteriormente estava instalado em um edifício dedicado dentro do próprio complexo fabril da marca na Alemanha. Seus elevadores também dão um panorama sutil para os “rooms” do museu:


CN Tower Toronto

Uma viagem em elevador panorâmico e rápido até o convés principal (1º deck) desta torre que tem 346 metros acima de altura equivalente a 114 andares de construção, faz a emoção de qualquer um.

Sua construção começou em 1973 e foi concluída em 1976, tendo uma altura total de 553,33 m abrigando uma estrutura de telecomunicações de concreto e aço e uma fantástica vista de Toronto.
Foi construída sobre as antigas terras de transporte ferroviário, tornando-se a estrutura e torre mais alta do mundo na época de sua conclusão (1976)  e ainda por 34 anos até a conclusão do Burj Khalifa e Canton Tower em 2010. Agora, é a terceira mais alta torre do mundo e continua a ser a mais alta no Hemisfério Ocidental e um ícone da assinatura do horizonte de Toronto além de um símbolo do Canadá. Atrai mais de dois milhões de visitantes internacionais anualmente. Certamente o bonito passeio começa antes pelo elevador ultra rápido com janela de vidro no piso:


Burj Khalifa

A construção do maior edifício do mundo, o Burj Khalifa começou em 2004, com a parte exterior concluída em 2009. A estrutura primária é toda de concreto armado podo a prova a validade deste material para uma construção tão elevada.
O edifício foi inaugurado em 2010, como parte do novo empreendimento chamado Downtown Dubai. Ele foi projetado para ser a peça central de desenvolvimento em larga escala, para uso misto. A decisão de construir o edifício foi declaradamente uma decisão do governamental de diversificar sua economia primariamente baseada no petróleo e para Dubai a ganhar reconhecimento internacional atraindo grandes investimentos e turistas.

O edifício foi nomeado em honra do governante de Abu Dhabi e presidente dos Emirados Árabes Unidos, Khalifa Bin Zayed Al Nahyan; Abu Dhabi e o governo dos EAU emprestaram dinheiro para pagar suas dívidas. O edifício quebrou vários recordes de altura se tornando a mais alta construção humana. O grande destaque desta obra é com certeza seus elevadores que vão de “0” a “124’ pavimentos em apenas um minuto, quando atinge um deck de observação magnifica de Dubai e arredores:


Existem mais locais e construções com acesso e elevadores panorâmicos no mundo todo. Em São Paulo talvez poucos saibam, existe também estruturas assim, que destacaria duas: O edifício Paulista, na própria Avenida Paulista, mas não tem função turística apenas servindo aos usuários do Edifício comercial, e o famoso Hotel Maksoud Plaza bem próximo da Av. Paulista, onde seus elevadores estão dispostos no interior “oco” do edifício proporcionando ampla visão do lobby central e de toda a edificação internamente. É portando disponível para os que se hospedam e pela população circulante por conta de eventos e shows.

Edifício Paulista na Avenida de mesmo nome no número 457 possui 3 elevadores panorâmicos. Edifício de finalidade comercial.

Maksoud_Plaza_Atrium_Lobby

O Atrium Lobby do Hotel tendo ao fundo seus quatro elevadores panorâmicos. O Maksoud Plaza é um hotel de luxo da cidade de São Paulo e está localizado na alameda Campinas, a 150 metros da esquina com a Av. Paulista. Está entre os hotéis mais luxuosos da cidade, tendo recebido vários governantes e celebridades.

Aqui já aconteceram espetáculos de Frank Sinatra e um grande número de eventos com celebridades mundiais como Michel Legrand, George Shearing, Joe Willians, Billie Eckstine, Julio Iglesias, Sammy Davis Jr., Alberta Hunter, Bobby Short, Buddy Guy, entre tantos outros. Já serviu de cenário para novelas e filmes.

O majestoso Atrium Lobby dá aos hóspedes uma acolhida inesquecível revelando um casamento sofisticado do Edifício com o Meio Ambiente Verde, destacando-se: a estrutura escultural do teto solar ligado à atmosfera, as torres coloridas dos elevadores panorâmicos, as fontes e espelhos d’água, vegetações floridas e verdes, obras de arte, jardins suspensos de plantas tropicais e reflexos de tonalidades da luz solar nos forros dos 22 andares do Atrium. E com sons de músicas em todos os pontos do Hotel. Belas obras de arte de Bruno Giorgi, Toyota e a grandiosa escultura premiada de concreto armado “Arrozal de Benguet” de Maria Bonomi além de outras muitas pinturas a óleo acrescentam à sofisticação da atmosfera. Tudo isto pode ser visualizado nas “viagens” pelos elevadores que servem o hotel.


10elevadores

 

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • Google Plus