A curiosa e simpática farsa que deu certo…

monkeesO ano de 2012, mais especificamente em 29 de Fevereiro marcou o falecimento de David Thomas Jones, popularmente conhecido como Davy Jones, um dos mais badalados integrantes da banda The Monkees, e trouxe a recordação de uma banda pop “produzida comercialmente” nos anos 60, cujo único propósito era enfrentar a invasão britânica do rock/pop, capitaneado pelos Beatles e Rolling Stones, e que traziam de bagagem também o The Who, The Kings, Status Quo, para citar alguns.

Era uma neurose tão grande combater a “invasão britânica” que esqueceram de olhar além do próprio umbigo, e estender os olhos para a costa oeste, onde existiam os Beach Boys, Mamas & Papas, The Doors, Canned Heat, Greatful Dead, também para citar só algumas.

Varias bandas foram “criadas” para conter a “invasão”, os Monkees foram os mais famosos, e eles foram criados em 1965 pela rede americana NBC para rivalizar diretamente com os Beatles.

Para selecionar os integrantes, os produtores da NBC colocaram no jornal um anuncio pedindo “quatro loucos entre 17 e 21 anos”, o que resultou no aparecimento de mais de 400 interessados. Produziram também uma série de TV de 1966 a 1968, além de filmes de curta e longa-metragem dos quais um deles foi traduzido para o Brasil com o nome “Os Monkees estão soltos“.

Os perfis e personalidades diferentes dos integrantes escolhidos para todos os eventos, acabou por ter em 1965:

  • Mike Nesmith, um músico ligado em country/folk music e excelente compositor:
  • Peter Tork, “o músico dos mil instrumentos”;
  • Micky Dolenz, um jovem ator/cantor que quando criança, teve numa série de TV que no Brasil chamou “O Menino do Circo”, e;
  • Davy Jones, que foi o primeiro contratado quando se apresentou na Broadway, com a peça “Oliver”.

No inicio da carreira, tornaram-se alvos de deboche, quando descobriram que eles não tocavam seus instrumentos e nem compunham suas próprias canções, e naquelas séries antigas é possível ver claramente isto. Usaram muitas músicas da dupla Gerry Goffin/Carole King, e tinham como grande colaborador o cantor Neil Diamond, do qual gravaram algumas canções também (a mais famosa “I´m a Believer”).
Apesar da banda ser norte-americana, Davy Jones era inglês de Manchester, e com o musical Oliver na temporada americana, foi “descoberto” pelos criadores dos Monkees.
Em 1964, se apresentaram no lendário “Ed Sullivan Show” e foram bem recebidos pela plateia, embora afirmem que esta euforia toda era para a outra atração do programa, os Beatles.
Mas o projeto foi a frente, o sucesso prevaleceu, começaram a compor suas canções e demonstrar que tocavam sim seus instrumentos e se combateram a invasão britânica, não o fizeram sozinhos, pois a segunda metade dos anos 60, explodiu o movimento pop, na costa oeste, com o grandes Festivais (Monterey, Filmore West), que junto com Woodstock consolidaram as bandas já mencionadas e trouxeram ainda Jefferson Airplane, Jimmy Hendrix, Janis Joplin, Santana e muitas outras.
Os Monkees continuaram sua estrada de sucesso, como outras bandas “produzidas”, gravaram vários álbuns, shows, filmes, chagaram a ganhar um prêmio Emmy, e embora Mike Nesmith tenha deixado a Banda, Peter, Davy e Micky continuaram. O trio seguiu em frente gravando, fazendo turnês, até a morte de Davy Jones vítima de um ataque cardíaco fulminante, aos 66 anos em 2012.
Desde então algumas homenagens tem sido feita pelos integrantes restantes e até com a presença de Mike Nesmith, que outrora tinha deixado a banda.
O legado, é a eternização de algumas canções, mostradas abaixo, que ilustram que apesar de não ser uma banda de “geração espontânea” como foram os outros grandes grupos, nos fazem crer que foram uma simpática farsa que deu muito certo e deixou saudades…

I’m a Believer (31 december, 1966):


Last Train to Clarksville (1967):


Daydream Believer (1967):


30 anos depois no The Rosie O’Donnell Show (1996):


THE DAVY JONES MEMORIAL A homenagem de Peter Tork e Micky Dolenz (o que sobrou da banda) filmado no BB KINGS NYC em 3 de Abril de 2012:


Veja também:

· Todos os concertos em 6 décadas

· Monkees net

· Discografia completa

· The Monkees official web

· Monkees Live Almanac channel


Updated: 14/02/2013 — 5:15 pm

7 Comments

Add a Comment
  1. Até Paul McCartney, já cantou os Monkees. Olha aqui neste video:
    http://www.youtube.com/watch?v=_ycnykifslc
    Julio

  2. Amaral,
    que boa lembrança!!!! show de bola!
    Outra coisa interessante que você bem lembrou: a série de TV chamada “Menino do Circo” foi patrocinada na TV brasileira pelo NESCAU e foi um grande sucesso!!!
    Me lembro bem que gostava de assistir a série e minha mãe tinha que comrar NESCAU e preparar igual ao comercial da TV. Nessa época eu morava na grande e progressista Rio Claro – Cidade Azul!
    e veja aqui: http://www.youtube.com/watch?v=TQenDTpNfl0

    http://www.youtube.com/watch?feature=endscreen&v=1y7EBvM7alw&NR=1

    Cara, muito boas lembranças!!!
    Valeu mesmo, obrigado!
    Navarro

    1. Navarro, que “puxada” legal. Realmente nos fazem voltar nos tempos, nas saudáveis lembranças…Valeu mesmo, os comentários estão publicados com os links sugeridos. Obrigadão e abrações a todos por aí!Amaral

  3. Amaral, o Dolenz parece um bebê chorão no ultimo video do Memorial ?
    Belo post, voltei no tempo mesmo/Valeu cara/San

    1. É isto mesmo, o cara desandou, pela morte do amigo / Obrigado pelo comentário e um gde. abraço.

  4. Amaral,
    Agora voce foi fundo..isso não é do seu tempo, é do meu tempo, do tempo da ingenuidade das letras das musicas, bem diferente do funk de hoje./
    Abraço/PGouvea

    1. Paulo, claro que é de nosso tempo, e tem toda a razão, foi uma época que de fato se fazia musica de qualidade fosse igenua ou não. Hoje se produz ruidos, e por absoluta falta de criatividade se chama isto de música. Sinais do tempo, fazer o que !/Obrigado pelo comment/Amaral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *