O Século XX, considerado pelo maior avanço da humanidade dado as suas revoluções tecnológicas, deixa também um legado de vários eventos considerados, mistérios, teorias de conspiração, ciência “top secret”, hoaxes, paranormalidades. Não faltam citações: Roswel, Area 51, Hangar 18, Triangulo das Bermudas, evento Tunguska, Linhas de Nazca, enfim muitos outros podem ser agregados, entre eles o Experimento Filadelfia (THE PHILADELPHIA EXPERIMENT).

O Experimento Filadélfia foi um suposto projeto naval militar realizado no Estaleiro Naval da Filadélfia, em Filadélfia, estado da Pensilvânia (EUA), por volta de 28 de outubro de 1943, no qual o destroier de escolta USS Eldridge teria se tornado invisível aos observadores por um breve período. É também conhecido como Projeto Arco-íris (Rainbow Project).

USS Eldridge

Existem várias versões sobre o experimento circularam com o passar dos anos, diferentes e, às vezes, conflitantes .

Uma breve sinopse é relatada para ilustrar aspectos comuns à maioria dos relatos. O complementos dos vídeos indicados também contribui para um entendimento mais amplo.

A experiência teria sido conduzida pelo Dr. Franklin Reno (ou Rinehart) como uma aplicação militar da Teoria do Campo Unificado de Einstein.

Em síntese um destroier – o USS Eldridge – teria sido equipado com os equipamentos exigidos nos estaleiros navais da Filadélfia. Testes teriam começado no verão de 1943, sendo bem-sucedidos em um grau limitado.

Um teste, em 22 de julho daquele ano, teria tornado o Eldridge quase invisível, com algumas testemunhas relatando um “nevoeiro esverdeado” em seu lugar. No entanto, os membros da tripulação teriam se queixado de náuseas depois. Nesse momento, a experiência teria sido alterada a pedido da Marinha: o objetivo seria, tão-somente, tornar a embarcação invisível ao radar.

Embora o equipamento não tivesse sido devidamente recalibrado para esse fim, o experimento teria sido novamente realizado em 28 de outubro. Dessa vez, o Eldridge teria não só se tornado totalmente invisível a olho nu, mas desaparecido de seu local em um flash de luz azul. De acordo com algumas notas, a base naval de Norfolk, no estado da Virgínia, a pouco mais de 346 km de distância, teria relatado o avistamento do Eldridge em alto-mar.

Em seguida, a embarcação teria desaparecido de vista e reaparecido na Filadélfia, no local que tinha originalmente ocupado, em aparente caso de teletransporte.
Os efeitos do experimento sobre a tripulação teriam sido profundos. Alguns teriam passado a sofrer de doenças mentais, como resultado de sua experiência. Outros, como Jacob L. Murray, teriam desaparecido fisicamente de forma inexplicada.

Cinco tripulantes teriam se fundido ao metal do anteparo ou do convés do navio. Horrorizados com esses resultados, oficiais da Marinha teriam cancelado imediatamente o experimento.
Todos os sobreviventes da tripulação envolvidos teriam sofrido lavagem cerebral a fim de que esquecessem detalhes da experiência.



Das inúmeras versões que existiram, até um filme foi realizado em 1984 de Stewart Raffill, que retrata com os devidos efeitos especiais hollywoodianos a suposta experiência.

Filme realizado em 1984 pelo produtor Stewart Raffill

O tema é tratado também como um hoax, como apresenta um dos links abaixo, contudo há muitos fatos relacionados, pessoas envolvidas e até uma morte misteriosa atribuída como um assassinato estilo “queima de arquivo”, para ser uma mera “mentirinha” que circula a mais de 70 anos nas mídias existentes. Outra curiosidade é a existência de vários links mortos ou removidos que os sites de busca redirecionam, gerando suspeitas que o tema sofre de algum tipo de censura.

Evidentemente todos os canais da Marinha, Defesa e agencias dos Estados Unidos, negam tal experiência, o mesmo ocorrendo com as várias tripulações dos USS Eldridge, que a posteriori foi vendido para a Grécia.

O único modo de provar que o experimento realmente ocorreu é a Marinha e o governo do EUA admitirem. Entretanto, isso também significaria que tudo o que foi dito e apoiado até hoje seriam mentiras oficiais. Não havendo esta confirmação sempre continuará havendo análises, considerando as evidências circunstanciais, levando a crença que em 1943, na Base Naval da Filadélfia, uma experiência misteriosa aconteceu, uma experiência cujos resultados questionam a credibilidade natural e cotidiana do mundo, como tantos outros legados não esclarecidos.

Os leitores poderão tirar suas próprias conclusões a respeito, com base nestes relatos, e ao mesmo tempo concordar que é mais um legado misterioso que a civilização carrega.


Links relacionados:

Alias Carlos Allende

Anatomy Of A Hoax:The Philadelphia Experiment

THE PHILADELPHIA EXPERIMENT: What They Didn’t Want You To Know

Teoria do campo unificado


Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • Google Plus