O ranking Zeitgeist, que elege as cidades que melhor transmitem os tempos atuais, escolheu São Paulo como a principal cidade do mundo no quesito “ação e oportunidade”. A escolha deste ano aconteceu após discussões e compartilhamento de ideias em meios digitais entre 20 cidades importantes do mundo, como Londres, Nova Iorque, Berlim, entre outras.

A capital paulista encabeça o topo da pesquisa pela segunda vez consecutiva, já que no ano passado também ficou em primeiro lugar quando o assunto foi “acesso a recursos e meio ambiente”.

A lista, criada em 2007, é realizada pela Hub Culture, um grupo de rede social formado por 25 mil membros líderes mundiais e profissionais de diversas áreas que promovem conexão do ambiente digital com o mundo físico em projetos internacionais. Entre as características consideradas pelo ranking está a possibilidade das pessoas trabalharem o espírito de empreendedorismo e a criatividade em novos projetos.

“Sem dúvida que a diversidade, a vasta agenda cultural e de eventos, a produção de conhecimento e o trabalho junto às cadeias produtivas e aos talentos foram decisivos na escolha. É o estímulo à cultura e às economias criativas que farão a capital paulista se destacar no cenário mundial cada vez mais. Temos de continuar dando oportunidades e agindo”, avaliou o presidente da São Paulo Turismo (SPTuris), Caio Luiz de Carvalho.

O ranking não se baseia em informações científicas, não envolve dados estatísticos ou econômicos. Mas para o grupo de pessoas conectadas, que viajam facilmente de um ponto a outro do globo, que são empreendedoras e influentes no mundo dos negócios e da cultura, São Paulo é, pela segunda vez consecutiva, a cidade que melhor representa o espírito do tempo em que vivemos.

O chamado Zeitgeist ranking é elaborado há cinco anos pela Hub Culture, uma sociedade fundada em 2002 que conta com  mais de 20 mil membros espalhados pelo mundo. São figuras do mundo corporativo que preferem agir no anonimato, e também perfis descolados do cenário cultural que colaboram em diferentes projetos internacionais.

A capital paulista, que entre os próprios moradores desperta rancor e paixão, é considerada “o lugar para se estar em 2011, onde tudo acontece”, segundo a definição de Stan Stalnaker, fundador da Hub Culture.

“Por que São Paulo é a número um em 2011 e teve a mesma posição em 2010? Simplesmente porque há muita coisa acontecendo no Brasil agora, São Paulo é a maior cidade do país, o pólo econômico, hub financeiro, cultural e representa muito bem o espírito da América do Sul. Há muita atividade e desenvolvimento em São Paulo”, argumenta Stalnaker.

A metrópole brasileira, “onde dinheiro não é algo raro”, se destaca por liderar em setores como marketing, consumo, mídia, tecnologia e, consequentemente, atrair o progresso. “Quem vai discordar que São Paulo é a terra da oportunidade atualmente?”, argumenta a Hub Culture.

O diretor da entidade explica que o ranking leva em consideração a cena mundial, e procura identificar o ponto mais “quente” do globo. “São Paulo, Estocolmo e Sydney, as três primeiras colocadas, são um tipo de novo centro de pensamento, um tipo de novo mundo, com uma mentalidade mais progressista. Essas cidades representam ocasião e ação em 2011″, acrescenta Stalnaker.

“São Paulo está pegando fogo”

Redação em: 13/06/2011 Revista VEJA São Paulo

O canadense Stan Stalnaker, 37, é fundador da Hub Culture, a rede social que elegeu a capital paulista a cidade do momento. Ele falou por e-mail à Revista da Folha

O que é a Hub Culture e como funciona o ranking Zeitgeist?

É uma rede social colaborativa que conecta líderes mundiais de diferentes áreas, como negócios e cultura. É formada por 25 mil membros, todos convidados. Começamos o ranking em 2007 como uma forma de entender o que faz um lugar refletir o espírito do tempo em que vivemos.

Quais os critérios dessa eleição?

Ela não funciona por meio de voto. Perguntamos aos membros e eles debatem em conversas virtuais.

Por que São Paulo é o “lugar para se estar hoje”?

São Paulo atrai gente talentosa e com vontade de desenvolver seus projetos pessoais, ativar a vida cultural da cidade. Os membros do Hub Culture dizem que há um sentimento de inquietação e potencial em São Paulo. A cidade está pegando fogo.

Qual cidade ameaça nosso primeiro lugar no ranking?

Los Angeles já esteve no topo durante três anos, Berlim sempre fica entre as mais citadas, e a China está ganhando posições rapidamente. Mas São Paulo ainda vai ocupar essa posição por algum tempo.

O que vem à sua mente quando alguém fala de São Paulo?

Penso em escala. É uma cidade imensa, um lugar bom para se perder. Um fator crucial para liderar o ranking Zeitgeist é quando os cidadãos param de se preocupar com o que está acontecendo no resto do mundo e passam a pensar em seu próprio crescimento, desenvolver seus talentos naturais. É um momento mágico.

Ranking Zeitgeist 2011

1 São Paulo (Brasil)
2 Estocolmo (Suécia)
3 Sidney (Austrália)
4 Berlim (Alemanha)
5 Los Angeles (EUA)
6 Nova York (EUA)
7 Hong Kong (China)
8 Xangai (China)
9 Londres (Inglaterra)
10 São Francisco (EUA)

 

Maiores informações em:

http://www.hubculture.com/groups/47/news/545

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • Google Plus