Lá na década de 1980, no “esfriamento” da Guerra Fria, no meio da Glasnost e Perestroika, surge o Tetris que se tornou um jogo eletrônico muito popular, considerado hoje o avô dos “Puzzle Games” eletrônicos, desenvolvido por Alexey Pajitnov, Dmitry Pavlovsky e Vadim Gerasimov, lançado em Junho de 1984.

Alexey Pajitnov em 1984

Alexey Pajitnov em 1984

Pajitnov e Pavlovsky eram engenheiros de computação no tradicional Centro de Computadores da Academia Russa de Ciências e Vadim era um dedicado aluno aos 16 anos de idade.

Basicamente o nome Tetris significa “quatro” (vem do grego tetra ou quatro), e o jogo possui vários blocos todos eles formados por 4 quadrados, que caem, sendo que a função do jogador é girar e mover os blocos para que se encaixem até formar uma linha contínua, quando então ela é dissolvida e todos os demais blocos depositados caem uma linha. Quanto mais linhas forem dissolvidas mais pontos o jogador ganha.

Tetris foi um dos primeiros sucessos de exportação da antiga União Soviética e um dos primeiros jogos considerados viciantes, atingindo um público alvo inédito na história dos videogames e dos microcomputadores.

Alexey Pajitnov, partiu de um quebra-cabeças chamado Pentaminó e decidiu criar uma versão eletrônica dele para seu computador pessoal, o Electronica 60. Simplesmente retirou um dos quadrados dos blocos do jogo e nomeou com o prefixo quatro em grego: Tetris. (No Pentaminó, todos os blocos são formados por 5 quadrados).

Os três amigos tinham a idéia de elaborar uma dúzia de jogos viciantes para a plataforma PC e colocá-los juntos em um único sistema que chamariam de “funfair”.

Mas Pajitnov e Pavlovsky também pensavam em vender os jogos, mais isto não era uma idéia comum e de fácil aplicação na época, uma vez que na União Soviética, criar e vender algo de forma privada era considerado altamente irregular. Na União Soviética, onde negócios privados não eram autorizados e o conceito de propriedade intelectual não era definido, pessoas não podiam fazer acordos diretos deste tipo. O Centro de Computação da Academia Russa de Ciências era a proprietária de tudo aquilo que se criava.

Pajitnov percebeu o potencial do jogo por não conseguir parar de jogar antes mesmo de terminar o programa, bem como seus dois amigos de trabalho que ajudaram a finalizar o jogo e todos os colegas do centro de computação, que haviam recebido cópias em disquetes gravados pelo próprio.

No duro clima da União Soviética, Pajitnov, para não ser acusado e receber duras penas, por viciar os pesquisadores num passatempo eletrônico, destruiu todos os discos ao fim do expediente.

Contudo o jogo continuou sendo distribuído, de maneira informal, até chegar a pessoas interessadas em comercializá-lo.

As tentativas de Pajitnov para vender os jogos (funfair) de forma conjunta falharam. Assim, decidiram dar aos amigos cópias gratuitas de todos os jogos, incluindo Tetris. Os jogos rapidamente se espalharam se qualquer controle.

Logo do Tetris quando imigrou para os Estados Unidos e Europa em 1987.

Logo do Tetris quando imigrou para os Estados Unidos e Europa em 1987.

Quando a versão para PC de Tetris chegou além da União Soviética, (principalmente Europa e Estados Unidos), uma empresa estrangeira teve o interesse de licenciar Tetris, fazendo com que Pajitnov decidisse abandonar todos os outros jogos, exceto Tetris. A decisão não foi muito bem aceita por Pavlovsky e isso acabou o grupo deles.

Desfeito o grupo de amigos em 1991, Pajitnov mudou para os Estados Unidos com o seu amigo Vladimir Pokhilko. Pavlovsky imigrou para o Reino Unido em 1990.

Tetris gerou muitos lucros para para algumas organizações e pessoas oportunistas o que causou uma série de batalhas legais.

As confusões de direitos autorais e de negócios são muito bem mostradas num livro chamado Game Over de David Sheff, e em um documentário da BBC chamado “Tetris: From Russia with Love”, filmado entre 2003/2004, que retrata alguns eventos e visões atuais sobre algumas pessoas chaves envolvidas no mundo dos negócios.

Curioso também é que Alexey Pajitnov e um empreendedor norte americano (Henk Rogers) fundaram a Tetris Company. Mas ele afirma “não ter nenhuma relação com a empresa por não apoiar a sua política”. Ao contrário, contudo do que afirma Henk Rogers, que não houve nenhum acordo direto entre eles.

Tecnicamente a primeira versão para MS DOS de Tetris foi implementada alguns dias depois de Alexey desenvolver o protótipo para seu Electronica 60. Os três amigos eram então fãs de Pascal e sua estrutura de programação, que usavam vários tipos de Pascal para implementar as suas idéias do jogo. No MS DOS a escolha foi o Borland’s Turbo Pascal, mas na última versão do Tetris que trabalhalharam juntos, usando o Turbo Pascal 4.

Esta última versão do jogo foi a 3.12, apesar do número 3.12 ser meramente arbitrário, sem sentido uma vez que não se tinha nenhuma política de numeração de versões.

Primeira versão, em Texto, portado para o IBM XT em 1985.

Primeira versão, em Texto, portado para o IBM XT em 1985.

Já a primeira versão que se fez para o MS DOS era totalmente em versão texto de forma que pudesse rodar em qualquer PC disponível. O programa rodava em versão de texto usando símbolos coloridos para representar os tetraminos, e o jogo reconhecia inclusive automaticamente a placa de vídeo monocromática da IBM (PC-XT) ajustando a forma de impressão na tela.

Mas com a introdução do IBM PC AT e PC clones, muitos jogos feitos para os modelos PC e PC XT (4.77 MHz) rodavam de forma muito acelerada nos microcomputadores mais novos, obrigando ajustes e fazendo com que o jogo fosse uma dos primeiros a usar a sua própria frequência de tempo/velocidade. Todos estes anos passados, o mesmo programa ainda funciona sem nenhuma mudança, principalmente na tela do emulador DOS Box.

Nestes anos todos o Tetris ganhou excelentes prêmios:

  • Em 1989 ganhou da “The Software Publisher’s Association” considerado o Oscar da indústria de software o “Excellence in Software Awards”.
  • Em 1997 foi o número 1 da Edição número 100 da “Electronic Gaming Monthly’s”.
  • Em 2001 foi listado o 3º da “Top 100 Game of All Time”, da edição número 100 da ”Game Informer Magazine’s .
  • Em 2006 foi listado o 4º da “The Greatest 200 Videogames of Their Time” pela revista “Electronic Gaming Monthly “.
  • Em 2007, Alexey Pajitnov recebeu o premio “First Penguin Award” pela “Game Developers Conference”. Tetris foi largamente reconhecido como o jogo que nasceu fora da indústria de games, de maneira casual.
Versão 3.12 para DOS, usando as cores de monitores CGA/EGA.

Versão 3.12 para DOS, usando as cores de monitores CGA/EGA.

Vale registrar ainda que o então aluno de computação Vadim Gerasimov, na época de criação do Tetris, transferiu-se em 2009 para o projeto de colaboração Google Wave, na filial do Google em Sidney, na Austrália, pois em 2003, tinha trocou sua terra natal para morar na Austrália, local onde chegou a trabalhar com pesquisas que envolviam sistemas complexos, antes de entrar para a equipe do Google. Foi um dos responsáveis pelo desenvolvimento do novo Google Wave, que seria descontinuado em 2012.

Em 1996 foi criada a Tetris Company,para ser a fonte exclusiva de administração de todas as licenças do jogo.

Em 1996 foi criada a Tetris Company,para ser a fonte exclusiva de administração de todas as licenças do jogo.

Prestes então a comemorar 30 anos, o Tetris, está em todos os sistemas operacionais, está em todos os lugares, por dispositivos portáteis, nos mais variados consoles de games, e é difícil encontrar quem não o tenha jogado.

Além disto influenciou várias derivações e outros jogos ao longo destes anos. Não há sistemas de downloads, que não disponibilizem algum “Tetris Like” para baixar e continuar a “viciar” admiradores.

 

 

 


Links para downloads do Tetris:

Links relacionados:


Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • Google Plus