Já se vão 10 anos do 11 de Setembro, uma das datas mais tristes da humanidade.

Deveria ser uma data para ser esquecida, mas muitos sentem a necessidade da lembrança, daquilo que pode ser considerada uma das maiores estupidez da raça humana.

O vasto material disponível ainda será visto por muitos anos e décadas, e em cada uma delas sempre ocorrerá a reflexão, de como isto pode acontecer dentro de uma civilização que se dizia inteligente.

Munidos de um ódio sem explicação razoável, apoiado em causas religiosas dúbias, ou em conspiração macabra, como muitos ainda afirmam, o fato é que milhares de vidas foram ceifadas, e inúmeras famílias destroçadas, o orgulho de uma nação ferida, e a vingança consequente, destruindo 2 países e colocando sob observação permanente todo um povo, os mulçumanos.

O mundo certamente mudou, organizações mundiais, que deveriam garantir conforto e consenso ficaram frágeis, frente a um povo atacado e ferido em seu orgulho de nação livre, que despertou a intolerância, que apoiada numa tecnologia de ponta, pode municiada pela vingança destroçar países e quase o planeta inteiro, que por uma sorte divina ainda não aconteceu.

Pior que o acontecimento foi narrado ao vivo para o mundo inteiro, parecendo leões destroçando cristãos num mundo mais moderno, numa arena global, com cobertura de TVs, jornalistas, comentaristas, analistas políticos e religiosos, enquanto 3.000 vidas se flagelavam em seus telefonemas, para seus entes queridos se despedindo em prantos.

Na ânsia de mostrar os melhores ângulos, jornalistas, equipes de reportagem tentavam esbarrando continuamente em voluntários, bombeiros, policiais, documentar o espetáculo macabro.

O presidente informado do evento, apresentava uma expressão totalmente apática e letárgica, e o esquema de segurança tardiamente acionado, em nada evitou que se usassem 4 enormes aviões de passageiros como armas em potencial. Isto disparou as especulações sobre conspirações, misticismo e outras suposições, e não faltam elementos e documentos para tal, como por exemplo os mistérios da Torre 7, que parece ter sido implodida logo após as duas torres ruírem:

Não há entendimento claro do porque as torres se implodiram tão perfeitamente, quando foram projetadas para resistir a choque de aviões, terremotos, furacões. Há ainda relatos que não foram encontrados destroços de avião no Pentágono, que em algumas imagens parece ter sido atingido por um míssil. Muito ainda se fala disto, e certamente abastecerá todo tipo de conclusões por muito tempo, mas o fato é que aquelas vidas ainda poderiam estar vivendo, produzindo felicidade para suas famílias e ajudando a tornar o mundo melhor. Pagaram muito caro, para o espetáculo que se apresentou, não importa qual tenha sido o enredo

Houve ainda folego, para simular de dentro de uma cabine de avião como foi a aproximação à primeira torre, conforme abaixo:

E também não faltou humor à desgraça alheia:

Olhar hoje 10 anos depois, torna mais ainda uma estupidez, uma relação animalesca de ódio-vingança, de um show macabro, que expõe toda uma civilização que se diz inteligente, e pronta para contatos extra-terrenos.

Será mesmo ?

No link abaixo, quase 5000 imagens do evento, em que não é necessário absolutamente nenhuma palavra, nenhum texto, para nos obrigar a refletir, se solidarizar com as vítimas, com os que trabalharam no rescaldo, nos entulhos, e nas feridas ….

http://netleland.net/netleland/

Links relacionados:

Perguntas sem respostas ainda rondam o 11 de Setembro

A fonte das teorias conspiratórias do 11 de setembro

A agonia de moradores próximos que viram e filmaram as torres